vai-e-faz_720x90
Destaque

Maranhão diz que não seria anti-ético sair numa chapa sem Cartaxo e espera apoio dele

O senador José Maranhão (MDB), pré-candidato ao governo da Paraíba, não esconde distanciamento de Luciano Cartaxo (PSD), prefeito de João Pessoa e acredita que não haveria nada de anti-ético em sair numa chapa sem Cartaxo. Ele também afirmou que sua candidatura não frustraria o desejo de Manoel Júnior em assumir a prefeitura da capital.

“Se eu não for candidato, vou frustrar a possibilidade do PMDB e das oposições em conquistar o governo do Estado, que é um tempo maior quantitativamente e qualitativamente”, disse.

Maranhão explicou, durante entrevista, na última quinta-feira (4), que o único acordo feito com Luciano Cartaxo foi para apoiar a eleição dele em 2016 e não para o futuro, e agora aguarda reciprocidade com o apoio de Cartaxo.

“Um acordo não pode ser para toda a vida. Um parceiro tem que votar no outro. Tem que haver reciprocidade e eu espero que isso ocorra (apoio de Cartaxo)”, acrescentou o pré-candidato.

Maranhão colocou os cargos do PMDB na gestão de Cartaxo a disposição afirmando que não vai se intimidar por causa de cargos na gestão de Luciano.

“Nunca tomei minhas decisões baseado em cargos ou vantagens de qualquer natureza. Sempre agi assim na minha história política. Não acho decente que um político faça acordo a base de cargos”, finalizou.

As informações repercutiram na Rádio Correio.

Da Redação

 

 

vai-e-faz_720x90
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Colunista
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Publicidade