vai-e-faz_720x90
Destaque

Romero considera impossível definir o nome das oposições agora em janeiro

Foto: Reprodução

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), disse nesta quarta-feira (10), que não é possível que o candidato das oposições ao governo do Estado seja definido ainda este mês.

“É um fator impossível numa política dinâmica que nós vivemos a gente decidir com tamanha antecedência. Ele (Luciano), tem o desejo, mas do ponto de vista prático é impossível definir em janeiro quando se tem uma renúncia que pode se estender até 7 de abril”, frisou Romero.

A proposta de que é difícil definir o nome agora, também foi defendida também pelo prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PSD), pré-candidato ao Palácio da Redenção.

Romero disse entender a ansiedade de Cartaxo, pois ele precisa se preparar para uma eventual transição de governo em caso de renúncia de cargo. E afirmou viver o mesmo dilema, pois também pretende concorrer ao governo, mas com o diferencial de que não está ansioso.

“As vezes na convenção, você janta com um, toma café da manhã com outro, depois do prazo final da convenção, antes de registrar a chapa no TRE”, comparou.

O prefeito disse que está animado para disputar o Executivo Estadual numa frente de oposições, mas está preocupado com a divergência entre PSD e MDB.

“É ruim quando a gente fala de união das oposições”, finalizou.

Comentários

deixe seu comemtário

vai-e-faz_720x90
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Colunista
▉ Tempo
Tempo em Campina Grande
27°
20°
tiempo.com  +info
▉ Facebook
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Publicidade