vai-e-faz_720x90
Destaque

Promotora da Saúde diz que MP conhece superlotação do ISEA e vai tentar com Secretaria de Saúde um TAC para sanar os problemas

Foto: Reprodução

 

A curadora da Saúde, Adriana Amorim, esteve em reunião no ISEA, depois de funcionários denunciarem irregularidades naquela unidade. Ela falou sobre o que foi verificado na inspeção e disse que foi constatado número elevado de gestantes e isto já é de conhecimento do Ministério Público, mas a grande preocupação é garantir a qualidade no serviço. Para que esta qualidade seja alcançada, haverá uma nova reunião na sede do Ministério Público na tarde desta quarta-feira (06).

“Nos deslocamos até o ISEA onde nos reunimos com a direção e com o setor jurídico da Secretaria de Saúde e verificamos as reivindicações dos médicos. Na instituição percorremos alguns setores em que houve citação de irregularidade e foi constatado número elevado de gestantes, superlotação, e essa inspeção é para dar garantia a qualidade da assistência a mãe e bebê. Havia enfermarias lotadas. Mas é uma questão que o Ministério Público já conhece e já adotou medidas no sentido de que que os municípios que encaminham pacientes, o faça com responsabilidade ou dentro das referências”, frisou.

Segundo a curadora, a secretaria vai implementar a “central de regulação de leitos para que as mulheres sejam transferidas apenas dentro da referência e com a garantia da vaga”. E para garantir, o MP vai tentar, junto com a Secretaria, com que seja firmado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta)  para que medidas sejam adotadas sanem as irregularidades constatadas.

“O foco é a qualidade na prestação de serviço”, garantiu Adriana.

As informações repercutiram na Rádio Correio.

Da Redação 

 

Comentários

deixe seu comemtário

vai-e-faz_720x90
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Colunista
▉ Tempo
Tempo em Campina Grande
29°
19°
tiempo.com  +info
▉ Facebook
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Publicidade