vai-e-faz_720x90
Destaque

Direção do Lar do Garoto diz que unidade passou por reformulação física, educacional e na segurança

O Lar do Garoto Padre Otávio Santos, em Lagoa Seca, passados seis meses da rebelião que resultou em sete mortes de internos, agora vive outra realidade. É o que diz o diretor do centro de reeducação, o advogado Luiz Antônio da Silva, que é especialista em Psicologia jurídica. O diretor disse que o Lar do Garoto passou por completa reformulação física, educacional e no quesito Segurança.

“Após o evento que aconteceu no meio do ano, toda a parte de estrutura física foi recuperada. O governo contratou uma empresa para a restauração, benfeitoria da unidade e ampliação. Temos uma nova ala que contêm mais seis quartos com capacidade de cinco internos para cada quarto. A unidade tinha capacidade de 90 internos e hoje tem capacidade para 120 internos”, disse.

Luiz também apontou que o centro recebeu benefícios como poço de água mineral, uma escola de tempo integral que está acabando com a ociosidade dos internos e sistema de monitoramento.

“Conseguimos a benfeitoria de um poço e toda a unidade é abastecida com água mineral. Conseguimos reduzir o número de internos na unidade e hoje estamos com um número confortável de 94 adolescentes. Agora temos um sistema de monitoramento 24 horas com 32 câmeras”, argumentou o diretor.

As informações repercutiram na Rádio Correio.

Da Redação

 

Comentários

deixe seu comemtário

vai-e-faz_720x90
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Colunista
▉ Tempo
Tempo em Campina Grande
27°
20°
tiempo.com  +info
▉ Facebook
▉ Publicidade
▉ Publicidade
▉ Publicidade